O blogue "Diário de um sociólogo" foi seleccionado em 2007 e 2008 pelo júri do The Bobs da Deutsche Welle - concurso internacional de weblogs, podcasts e videoblogs - como um dos dez melhores weblogs em português entre 559 concorrentes (2007) e um dos onze melhores entre 400 concorrentes (2008). Entrevista sobre o concurso de 2008 no UOL, AQUI.
Para todas aquelas e todos aqueles que visitarem este diário, os meus votos de um 2017 habitado pelo futuro, pela confiança, pela tranquilidade e pela saúde. Sintam-se bem e regressem sempre a este espaço criado a 18 de Abril de 2006. Abraço índico.
Myspace Layouts

28 fevereiro 2012

Série carnaval de Quelimane (13)

Penúltimo número desta série fotográfica da autoria do jornalista António Zefanias, sedeado em Quelimane. Se quiser ampliar a imagem, clique sobre ela com o lado esquerdo do rato.
Adenda: "Sabemos que o carnaval é definido como “liberdade” e como possibilidade de viver uma ausência fantasiosa e utópica de miséria, trabalho, obrigações, pecado e deveres. Numa palavra, trata-se de um momento onde se pode deixar de viver a vida como fardo e castigo. É, no fundo, a oportunidade de fazer tudo ao contrário: viver e ter uma experiência do mundo como excesso — mas agora como excesso de prazer, de riqueza (ou de “luxo”, como se fala no Rio de Janeiro), de alegria e de riso; de prazer sensual que fica — finalmente — ao alcance de todos." - DaMatta, Roberto, O que faz o brasil, Brasil? Rio de Janeiro: Rocco, 1984, p. 73.
(continua)

2 Comments:

Blogger Salvador Langa said...

Repetindo, defendo que precisamos de académicos que estudem as nossas tradições de carnaval.

28/2/12 1:56 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

A proposito do carnaval de Quelimane dizer que, pese embora tenha havido alguma tendencia de sabotar, acabou acontecendo e parece que foi com muita cor, luz e som.

Ainda sobre Quelimane ontem na STV a chefe de uma das bancadas dizia, na tentativa de ter protagonismo, que a colocacao dos semaforos e parte do programa do anterior presidente do municipio. Isto deve ter sido uma grande piada, so pode ser. Quer dizer alguem fica quase doze anos no poder e nao consegue montar os semafores e ainda ha quem se vangloria de que ja estava no papel. Esta chefe da bancada so pode estar a dizer que o presidente, por sinal do seu partido foi incapaz de tirar o plano do papel para o terreno o que pode ser entendido de diversas formas. Por outro lado pode-se comparando isto com a ponte sobre o Zambeze que como todos sabemos foi idealizada no mandato de Chissano mas construida no mandato do actual PR e por isso todos os louros que lhe valeram ate o nome gravado na ponte. Nao me lembro de ter ouvido da chefe da bancada acima referida ou de outra pessoa ligada ao partido referir que a ponte era plano de J Chissano. Deixem de pensar em vos e pensem no municipe sob risco de serem sansionados pelo proprio municipe

28/2/12 2:33 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home